Manaus, 26 de outubro de 2021

No Amazonas 12 mil agentes de segurança participaram de ação

Wilson Lima destaca atuação de 12 mil agentes de segurança no restabelecimento da ordem em Manaus e no interior Até o início da noite de hoje, 38 pessoas foram presas, incluindo quatro líderes dos ataques criminosos O governador Wilson Lima apresentou, nesta terça-feira (08/06), a representantes de órgãos do sistema de justiça e demais poderes, […]
Postado em: 8 de junho de 2021

Wilson Lima destaca atuação de 12 mil agentes de segurança no restabelecimento da ordem em Manaus e no interior

Até o início da noite de hoje, 38 pessoas foram presas, incluindo quatro líderes dos ataques criminosos

O governador Wilson Lima apresentou, nesta terça-feira (08/06), a representantes de órgãos do sistema de justiça e demais poderes, os resultados das ações das forças de segurança estaduais para o restabelecimento da ordem em Manaus e no interior do estado, após incêndios e ataques criminosos. No total, 12 mil agentes de segurança participam das ações.

Na reunião, realizada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), bairro Aleixo (zona centro-sul), o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, apresentou o plano executado pelas forças estaduais de segurança, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal.

O Plano Tático Integrado de Pronta Resposta começou a ser executado logo que foram registrados os primeiros ataques criminosos, no último domingo (06/06), após a morte de um traficante que entrou em confronto com homens da Polícia Militar.

“O objetivo da reunião foi apresentar todas aquelas ações que estão sendo desenvolvidas pelas nossas forças de segurança; e o apoio que nós estamos buscando diante dos eventos de violência. Nós estamos com todo o nosso efetivo e nossas viaturas nas ruas”, disse Wilson Lima, ao destacar o esforço dos agentes de segurança.

A reunião contou com a presença de representantes da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), Câmara Municipal de Manaus (CMM), Ministério Público Estadual (MPE), Prefeitura de Manaus e Defensoria Pública do Estado (DPE-AM).

Até o início da noite desta terça-feira, 38 pessoas foram presas ou apreendidas, incluindo quatro lideranças identificadas como coordenadores dos ataques, resultado do trabalho do sistema de inteligência da Secretaria de Estado de Segurança (SSP-AM). “Dispositivos eletrônicos também foram apreendidos, inclusive celulares, onde nós conseguimos resgatar a comunicação entre esses envolvidos e as estratégias que estavam sendo utilizadas por eles para causar pânico na cidade”, destacou Wilson Lima.

Foram registradas 65 ações subversivas na capital e alguns municípios do interior, incluindo depredação de equipamentos e prédios públicos, veículos e agências bancárias. Os danos são materiais, não há registro de mortos e feridos.

Efetivo – Sob o comando da SSP-AM, a execução do plano conta um efetivo de 12.244 homens, entre policiais militares e civis, bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito e da Polícia Rodoviária Federal.

O governador também destacou o apoio do Governo Federal que, além de aumentar o número de agentes da Polícia Rodoviária Federal – incluindo negociadores e atiradores especiais – acatou o pedido do Estado para o envio de homens da Força Nacional de Segurança.

“Nós também estamos recebendo o apoio da Força Nacional. Eu fiz um pedido ao ministro da Justiça e ele atendeu. Esses homens começam a chegar na madrugada. Até sexta-feira (11/06) todos estarão aqui no estado do Amazonas. Também estão trazendo uma certa estrutura, como viaturas, e devem ficar aqui por 30 dia”, declarou o governador.

Plano tático – Devido às ocorrências envolverem incêndios em via pública, garagens e depredação de prédios e instalações públicas, o Plano Tático considerou as ações uma ameaça de “terceiro grau”, com protocolos que seguem padrão estabelecido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O nível de resposta demandou o trabalho de todo o efetivo das áreas de segurança, bombeiros, trânsito e primeiros-socorros, além dos recursos adicionais, levando à solicitação do apoio da Força Nacional e da PRF. O deslocamento das viaturas na cidade passou a seguir as orientações do plano tático operacional. Além do efetivo de 12.244 agentes públicos, a execução do plano conta com o quantitativo de 1.974 viaturas nas ruas.

FOTOS: Diego Peres/Secom

Copy link
Powered by Social Snap