Manaus, 28 de outubro de 2020

Amazon Day debate soluções para impulsionar economia verde na Amazônia

Faltando pouco menos de 10 anos para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), a Amazônia ainda enfrenta diversos desafios. Para debater oportunidades e soluções para a construção de um modelo econômico verde na região até 2030, especialistas de diversos países se reúnem virtualmente, na próxima quarta-feira, dia […]
Postado em: 20 de setembro de 2020

Faltando pouco menos de 10 anos para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), a Amazônia ainda enfrenta diversos desafios. Para debater oportunidades e soluções para a construção de um modelo econômico verde na região até 2030, especialistas de diversos países se reúnem virtualmente, na próxima quarta-feira, dia 23, das 9h às 12h (Manaus), para o Amazon Day, evento anual 
realizado pela Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia 
(SDSN Amazônia). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do 
link: bit.ly/AmazonDay20.
O Amazon Day ocorre em paralelo à Conferência Internacional de Desenvolvimento Sustentável (ICSD, na sigla em inglês), organizada pela rede 
SDSN global, e tem o apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e da Green 
Economy Coalition (GEC). Em sua terceira edição, diante da pandemia do novo coronavírus, a programação será realizada integralmente online. Os debates 
acontecerão em inglês, com tradução simultânea para português e espanhol.
O tema do Amazon Day neste ano é “Economia Verde para a Amazônia 2030”. 
O evento abordará os principais desafios que a região amazônica está enfrentando, bem como possíveis soluções, em debates e rodas de conversa com representantes da academia, setor privado, organizações não governamentais, entre outros setores.

Agenda 2030
A primeira sessão do evento discutirá os avanços e desafios dos países da Pan-Amazônia no alcance da Agenda 2030, um conjunto de programas, ações e 
diretrizes que orientam os trabalhos das Nações Unidas e de seus países membros 
rumo ao desenvolvimento sustentável.
O diálogo terá como base o Índice ODS 2019 para América Latina e o Caribe, primeira análise que avalia o cumprimento dos 17 ODS em 24 países da região, coordenada pelo Centro de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para a América Latina e o Caribe (CODS), com sede na Universidade dos Andes, na 
Colômbia.
Especialistas abordarão os principais indicadores e implicações do Índice 
para a Amazônia e proporão medidas para o desenvolvimento sustentável. A sessão também trará perspectivas sobre como a situação atual da pandemia do novo coronavírus pode afetar o processo de implementação da Agenda 2030 e cumprimento dos ODS na região amazônica, e como a aprendizagem entre pares e a cooperação internacional podem ajudar a enfrentar esses desafios.

Economia verde
Com o tema “A Amazônia é grande demais para falhar”, a segunda sessão marcará o lançamento global de um Hub de Economia Verde da Amazônia, com sede em Manaus. A iniciativa é uma ação conjunta entre FAS e GEC para impulsionar a transição de uma economia de desmatamento para um modelo econômico inclusivo e verde na Amazônia.
O Hub desenvolverá uma rede de profissionais, investidores, formuladores de políticas e pequenas empresas, e se conectará a outros sete Hubs GEC em todo o mundo. Durante o lançamento, especialistas fornecerão uma visão geral sobre economia verde e estratégias recentes adotadas para o desenvolvimento de uma 
nova bioeconomia na Bacia Amazônica, levando também em consideração as circunstâncias da pandemia da Covid-19.
Entre os participantes, estão o superintendente geral da FAS, Virgilio Viana; o representante da Green Economy Coalition, Oliver Greenfield; a 
ex-ministra do Meio Ambiente do Brasil, Izabella Teixeira; a gerente do Global 
Programme on Nature for Development (UNDP), Jamie Ervin; o especialista líder 
do setor de Mudança Climática e Desenvolvimento Sustentável do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Gregory Watson; e o chefe do 
Secretariado da Parceria para a Ação sobre Economia Verde (PAGE, na sigla em 
inglês), Asad Naqvi.

Sobre o Amazon Day

O Amazon Day (Dia da Amazônia) busca sensibilizar a sociedade em torno da implementação da Agenda 2030 na região, através de um evento global inclusivo e de baixa emissão de carbono, que promove o compartilhamento de 
experiências entre pessoas de vários contextos da Bacia Amazônica. A primeira 
edição ocorreu em 2016 e reuniu 27 instituições dos países da região e ao redor 
mundo.
O evento e a Conferência Internacional de Desenvolvimento Sustentável 
(ICSD) são realizados no âmbito da Semana do Clima e da Assembleia Geral das 
Nações Unidas, que ocorrem no mês de setembro, em Nova York.

A SDSN Amazônia
Secretariada pela FAS, a SDSN Amazônia é uma rede que visa integrar os países da Bacia Amazônica, mobilizando universidades, organizações não 
governamentais, centros de pesquisa, instituições governamentais e privadas, 
organizações multilaterais e sociedade civil para acelerar o desenho e implementação de caminhos e soluções sustentáveis para a região.
A iniciativa faz parte da Rede de Soluções de Desenvolvimento 
Sustentável da ONU (SDSN Global), lançada em 2012 para mobilizar o conhecimento 
científico e tecnológico global sobre os desafios do desenvolvimento sustentável.

Crédito das fotos: Dirce Quintino

Copy link